Postado em 10/07/2019

Titanium Gym Body & Mind | Academia de Personal Training e Coach Online

Treina, treina, treina e continua magro? É apelidado de chassi de grilo, frangolino, Sr Madruga, tripa seca, limpador de mangueira ou pau de sushi? Culpa sua genética, o clima, o seu bisavô que era magro ou ossos finos? Tamo junto👊🏽 Kkkkk O problema (como sempre) está em seus hábitos, criatura! Porém existe um fator chave quando falamos de ganho de músculo: calorias e macronutrientes (carboidratos, proteinas, gorduras) muito bem distribuidos ao longo do dia! Se você fez um treino bem feito (De verdade e não essas séries de whatsapp com instagram), vai precisar se reparar - e é aí que o ganho muscular ocorre. Essa reparação necessita não apenas de um sono-intervalo de treino adequado, como também material para construir esse músculo - isso mesmo, rango! Se você não bate sua meta calórica e não dá pro seu músculo quantidades de macronutrientes (principalmente proteínas), o ganho muscular fica inviável! Nesses casos, não adianta ficar muito tempo sem ingerir proteína, já que seu músculo está tentando se reparar 24h por dia, então ajude ele, infiliz! Coma proteína de 3-4 horas para dar tempo de absorver e utilizar esse nutriente.
.
Porém, algumas alterações genéticas responsáveis por modular negativamente inflamação (polimorfismos nos genes NR1D, PPARD, IL6 e TCFL7) podem piorar ainda mais o ganho muscular, porque um organismo mais “inflamado” tem como prioridade utilizar proteínas para reparar essa inflamação .... Leia na integra clicando no botão abaixo
Entrar em contato
Mensagem enviada. Entraremos em contato com você em breve.